Press News & Events

Precisamos de mais empreendedoras! Céline Abecassis Moedas

Terça, Novembro 10, 2020 - 14:13
Publicação
ECO

Por que o empreendedorismo continua a ser visto como uma atividade predominantemente masculina? Como podemos mudar este padrão e ajudar a criar mais empreendedoras?

A importância do empreendedorismo feminino para o desenvolvimento económico é um mito desfeito. Numerosos estudos demonstram a influência positiva das mulheres empreendedoras no crescimento e desenvolvimento económico de muitos países. No entanto, por que o empreendedorismo continua a ser visto como uma atividade predominantemente masculina? Como podemos mudar este padrão e ajudar a criar mais empreendedoras?

Os estudos confirmam que os homens, com o mesmo nível de formação e experiência, têm mais confiança nos seus recursos para criar um negócio do que as mulheres (66% contra menos de 50%). Na Cátolica-Lisbon, nos alunos de Mestrado com a mesma preparação, só 69% das mulheres se sentem prontas a tornar-se empreendedoras em comparação com 82% dos homens.

Depois de ultrapassar a barreira da confiança, surge a dificuldade de arranjar financiamento. Embora um estudo da BCG revele que as empresas dirigidas por mulheres são mais seguras para os investidores e geram mais lucro (0,73 milhões em vez de 0,66 milhões), as startups fundadas por mulheres recebem menos investimento (0,93 milhões em vez de 2,12 milhões). Esta é uma tendência que tem vindo a ser melhorada, mas que exige ainda muito trabalho e atenção.

O ecossistema empreendedor não é uma exceção: embora existam mulheres nas startups, em Portugal e no estrangeiro, ainda são poucas e as suas histórias pouco divulgadas. O nosso parceiro da Startup Lisboa que é uma referência para o empreendedorismo ao nível nacional tem apenas 20% das suas startups cofundadas por mulheres, segundo dados de 2018.

Há ainda alguns setores onde as empresas são pouco lideradas por mulheres. Por exemplo, na indústria de alta tecnologia e TI, apenas 13% de startups são criadas e/ou lideradas por mulheres. É neste sentido que os PWIT Awards e o programa de mentoria têm um papel essencial para desenvolver uma comunidade de tecnologia mais diversificada e inclusiva.

Para estas razões, o Catolica-Lisbon CTIE criou, em 2019, o Women Entrepreneurship Award, para dizer às jovens mulheres que têm um papel essencial na nossa sociedade e que há espaço para empreenderem no futuro! É isso que nos falta: é importante darmos a conhecer quem são estas mulheres que empreendem e quais são a suas histórias. São estas mulheres que vão dar às gerações futuras o exemplo que elas precisam para se inspirar e avançar com os seus projetos!

Céline Abecassis-Moedas, Directora da Formação de Executivos d CATÓLICA-LISBON

Related Press News

27/11/2020 - 19:22
Observador
Todos somos, mesmo que não o reconheçamos, puxados em várias direções por várias marcas que falam connosco ininterruptamente e com as mais variadas e atraentes promessas. Levar as pessoas a fazer aquilo que as marcas querem que elas façam. É esta a...
26/11/2020 - 11:38
Público
No início desta pandemia falou-se muitas vezes na vida ou no bolso. Na saúde ou na economia. Na realidade elas são indissociáveis. Não se pode comprar saúde, mas pode-se investir nela e provavelmente o melhor sítio para começar é através da educação. Na...

Próximos eventos

02
Dez
18:30

Católica Lisbon School of Business & Economics

LisboaLisboa1649-023
Portugal
09
Jan
10:00

Católica Lisbon School of Business & Economics

LisboaLisboa1649-023
Portugal