Passar para o conteúdo principal

Condições de Confidencialidade e Tratamento de dados pessoais - Programas de Executivos da CATÓLICA-LISBON

Os dados recolhidos no presente formulário serão processados e armazenados informaticamente. A informação transferida será tratada de forma confidencial e utilizada exclusivamente para fins de promoção dos Programas de Executivos da CATÓLICA-LISBON

1. Responsável pelo tratamento dos seus dados pessoais

O responsável pelo tratamento dos seus dados pessoais é a Universidade Católica Portuguesa (adiante UCP). Caso necessite de entrar em contacto com a UCP poderá fazê-lo através dos seguintes meios:

Contacto telefónico: +351 217 270 250 ou E-mail: ExeClientPrivacy@ucp.pt

2. Contactos do Data Protection Officer da Universidade Católica Portuguesa

A UCP designou um encarregado de proteção de dados (Data Protection Officer). Caso necessite de entrar em contacto com o mesmo, poderá fazê-lo através dos seguintes meios:

Contacto telefónico: (+351) 217 214 000 ou E-mail: compliance.rgpd@ucp.pt

3. Finalidades e fundamentos de tratamento e prazos de conservação dos dados

A UCP trata os seus dados pessoais para fins de promoção, em particular, para as finalidades e com os fundamentos, a seguir indicados:

Finalidade  Fundamento de Licitude

Fundamento de Licitude

Receção de informação sobre os Programas de Executivos 

Consentimento

 

4. Prazos de conservação

O período de tempo durante o qual os dados são conservados e armazenados pela UCP varia de acordo com a finalidade para a qual a informação é utilizada sendo conservados pelo prazo necessário à satisfação de cada uma delas e de acordo com as imposições legais, nomeadamente os prazos de conservação arquivística ou outros que, em cada momento, sejam aplicáveis, em especial, segundo os critérios a seguir indicados:

Finalidade  Fundamento de Licitude

 Critério para definição de prazo

Receção de informação sobre os Programas de Executivos

Critério legal e/ou enquanto durar o consentimento

 

5. Entidades destinatárias dos seus dados pessoais

Os dados pessoais dos titulares são intransmissíveis, sendo o seu tratamento exclusivamente para a finalidade acima indicada, e ainda para monitorização dos consentimentos, não podendo os mesmos serem alvo de quaisquer outros fins próprios ou alheios. Os dados pessoais poderão ainda ser transferidos a autoridades administrativas ou regulatórias para cumprimento de obrigações legais de registo, de comunicação ou de reporte.

6. Os seus direitos, enquanto titular de dados pessoais

Como titular de dados pessoais, poderá exercer, a qualquer altura, os seguintes direitos, reunidas que estejam, em cada caso, as condições legais de que depende o seu exercício: direito de acesso, direito de retificação, direito de apagamento, direito de limitação do tratamento, direito de portabilidade e direito de oposição ao tratamento. Para mais esclarecimentos sobre estes direitos, poderá consultar a informação no link: https://www.ucp.pt/pt-pt/direitos-do-titular-dos-dados

7. Reclamação junto da autoridade de controlo

Caso necessite, poderá, ainda, apresentar reclamação junto da Comissão Nacional de Proteção de Dados (CNPD).

ALTA DIGITAL